top of page
Buscar

Da Distração à Produtividade: Gerenciando os sintomas de TDAH com confiança‍

Atualizado: 29 de mar. de 2023


Image Source: FreeImages‍


Introdução


O Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno de desenvolvimento neurobiológico cujos primeiros sinais podem ser observados na infância e que perduram ao longo de toda a vida do indivíduo, podendo variar a manifestação dos sintomas conforme o momento de cada paciente. Se crianças com TDAH tendem a apresentar maiores sinais de hiperatividade física, é possível que na fase adulta apresentem sintomas como hiperatividade mental, influenciando na realização de tarefas, na permanência do indivíduo no emprego, na construção de relacionamentos estáveis e saudáveis, etc.


É uma condição que prejudica a capacidade do indivíduo de focar, prestar atenção e controlar comportamentos impulsivos. O TDAH pode ter um impacto significativo na vida pessoal e profissional de um indivíduo.


Além disso, trata-se de um transtorno complexo, e sua causa exata é desconhecida. Entretanto, pesquisas científicas sugerem que fatores genéticos, ambientais e o desenvolvimento do cérebro podem desempenhar um papel fundamental na manifestação do transtorno.


A boa notícia é que existem diversas opções de tratamento disponíveis para administrar os sintomas de TDAH, e os indivíduos com o transtorno podem levar uma vida produtiva com o apoio e as ferramentas corretas.

Tipos de TDAH


Existem três tipos de TDAH: tipo desatento, tipo hiperativo-impulsivo e tipo combinado. O TDAH do tipo desatento é caracterizado pela dificuldade em prestar atenção, esquecimento e desorganização. O TDAH do tipo hiperativo-impulsivo é caracterizado pela hiperatividade, pelo nervosismo e pela impulsividade. O TDAH do tipo combinado é uma combinação de sintomas desatentos e hiperativos-impulsivos.


Sintomas comuns de TDAH em adultos

Embora o TDAH seja mais perceptível em crianças, é um transtorno que acompanha o indivíduo até a vida adulta. Os sintomas mais comuns de TDAH em adultos incluem:

  • Dificuldade em organizar as tarefas e completá-las a tempo

  • Problemas ao prestar atenção aos detalhes e seguir as instruções

  • Esquecimento e distratibilidade

  • Impulsividade e más decisões

  • Inquietude e dificuldade para relaxar

  • Má gestão do tempo e procrastinação

  • Dificuldade de auto-motivação e autodisciplina


Diagnóstico e opções de tratamento de TDAH

O diagnóstio cde TDAH envolve uma avaliação abrangente acerca de todas as esferas da vida do paciente, como é feito na Avaliação Neuropsicológica da Mental One. Se um indivíduo for diagnosticado com TDAH, as opções de tratamento disponíveis para gerenciar os sintomas podem incluir medicação, terapia e neurofeedback, apresentando melhores respostas quando realizados de forma multidisciplinar.


Medicação para TDAH

Medicamentos são frequentemente prescritos para administrar questões como a falta de motivação para tarefas desinteressantes - porém necessárias - e a dificuldade de prestar atenção, sendo um tratamento importante e, muitas vezes, necessário. Medicamentos psicoestimulantes, tais como Venvanse e Ritalina, são os mais comuns para estes casos. Porém, vale ressaltar que a prescrição adequada e o acompanhamento médico são indispensáveis, especialmente para determinar a melhor medicação e dosagem para as necessidades específicas de cada paciente.


Outros tratamentos para TDAH


Um dos métodos mais indicados para pacientes com TDAH é a Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), considerada padrão ouro para tratamento do transtorno, auxiliando o paciente a regular suas emoções, a utilizar o sistema de recompensas do cérebro a seu favor e a desenvolver ferramentas para uma vida de qualidade.


Além da TCC, existem hoje tratamentos inovadores, como o neurofeedback, que adota protocolos de neuromodulação não invasivos e apresenta resultados fascinantes, e ambos estão disponíveis na Mental One.


Dicas para administrar o TDAH no local de trabalho


Gerenciar o TDAH no local de trabalho pode ser um desafio, então listamos algumas estratégias que poderão tornar o processo mais fácil e menos sofrido:

  • Use um planejador ou calendário para manter o controle das tarefas e prazos, priorizando a escrita à mão para auxiliar no processo de memorização

  • Definir lembretes e alarmes para reuniões importantes e prazos

  • Dividir grandes tarefas em tarefas menores e mais manejáveis

  • Criar um espaço de trabalho sem distrações

  • Priorizar tarefas com base na urgência e importância

  • Fazer pausas frequentes para recarregar e reorientar

  • Comunicar abertamente com colegas e gerentes sobre o TDAH e como ele afeta o trabalho


Conclusão

Apesar de o manejo do transtorno demandar auxílio profissional em muitos casos, os indivíduos com TDAH podem ser altamente funcionais, desenvolvendo um repertório de estratégias para gerenciar seus sintomas no ambiente em que se apresentam, seja no local de trabalho, seja nas relações interpessoais.

Se você ou alguém próximo desconfia ter TDAH, procure ajuda profissional para uma Avaliação Neuropsicológica e, a partir do diagnóstico correto, iniciar o tratamento adequado. Dessa forma, é possível levar uma vida que valha a pena ser vivida.

Comentários


bottom of page